Frase

"A inveja consome o invejoso como a ferrugem o ferro." (Antistenes)

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Advogado diz que Divani nunca entregou veneno

A ex-delegada e advogada boaventurense Maria Divani Pinto não compareceu à coletiva de imprensa que ela mesma convocou para divulgar a sua versão sobre o flagrante da tentativa de envenenamento de dois presidiários, ocorrido na última sexta-feira (24) no Presídio do Roger, em João Pessoa. Quem a representou na Associação Paraibana de Imprensa, frente aos jornalistas foi o advogado Gleydson Pedrosa.
Com toda a imprensa reunida questionando a ausência da ex-delegada, o advogado defendeu a versão de sua cliente. Ele disse que Divani sofre de um problema alérgico e que nunca tirou nenhum frasco de sua blusa e nem entregou a preso. Contudo, as imangens feitas no presídio, mostram ela entregando um vidro que posteriormente um laudo do Instituto de Polícia Científica (IPC) comprovou conter veneno.
Ainda segundo o advogado, o vídeo do flagrante divulgado pela TV Cabo Branco “não pode ser considerado como prova porque não tem valor jurídico, uma vez que é caracterizado como um flagrante armado”, declarou, mesmo sabendo que tanto a Polícia Civil, quanto o próprio secretário de Segurança, Eitel Santiago estavam sabendo a ação. Ele disse que não iria comentar sobre os planos da ex-delegada de abrir processos contra o Estado, a TV Cabo Branco, o delegado Jaime Matos e o diretor do Presídio do Roger, Dinamérico Cardim.
O presidente da Associação Paraibana de Imprensa, João Pinto, se solidarizou com todos os veículos de comunicação e afirmou que nenhum órgão de imprensa seria barrado em sua casa. É que Maria Divani Pinto havia declarado na segunda-feira (27) que não iria permitir a presença da equipe da TV Cabo Branco na coletiva de imprensa. Divani se diz vítima de um falso flagrante armado contra ela e vai pedir indenização ao Estado. Toda a ação foi filmada por uma câmera escondida na última sexta-feira (24).
Paraiba1

PT decide reavaliar política de alianças para 2010

A Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores decidiu ontem, em reunião de avaliação sobre os resultados das eleições municipais, que não adotará o alinhamento com os partidos aliados PSB e PMDB de forma automática, sem que antes gere novo posicionamento de valorização dos espaços a serem ocupados pelo partido nas futuras eleições.
Membros da Executiva revelaram ao WSCOM Online, que houve consenso nas avaliações de que o desempenho do PT no Estado esteve aquém da importância e do histórico do partido. O PT entende que houve deslocamento dos votos do partido saindo das grandes cidades - João Pessoa e Campina Grande por não ter candidatos majoritários - se fixando nas medias/intermediárias cidades.
"Crescemos de 4 para 6 prefeituras mas o número de voto caiu", disse um dos diretorianos. No encontro comandado pelo presidente estadual, deputado federal Luiz Couto, a Executiva decidiu repensar a política de alianças como forma de construir mais espaços do PT nas futuras composições. A avaliação do PT será concluida no próximo dia 8 de novembro quando as tendências vão apresentar seus posicionamentos.

Presos dois malucos que planejavam matar Obama

Ao aceitar a nomeação do Partido Democrata como candidato à presidência dos EUA, em 15 de julho de 1960, John Kennedy discursou: "Depois de oito anos de ininterrupta sonolência, a nação precisa de uma liderança democrata forte e criativa na Casa Branca".
Desde então, a cada quatro anos os democratas tentam convencer o país de que encontraram um novo Kennedy. O último foi Bill Clinton. O penúltimo, um Kennedy de ébano, chama-se Barack Obama. O mundo está de olho nos EUA. Em meio à mais grave crise econômica desde o Crash de 29, o país escolhe o sucessor de George Bush.
Depois de “oito anos de sonolência”, interrompida apenas pelos ruídos da guerra, uma parte dos americanos parece enxergar em Obama “uma liderança democrata forte e criativa”. Obama era um bebê de dois anos quando John Kennedy foi atingido pelos tiros disparados do sexto andar do Depósito de Livros do Texas, no centro de Dallas, em 22 de novembro de 1963.
Descobre-se agora que o serviço secreto dos EUA pode ter evitado que esse pedaço infausto da biografia do Kennedy autêntico se insinuasse no caminho do suposto neo-Kennedy. Agentes americanos informam ter conseguido abortar um plano para passar Barack Obama nas armas.
Coisa urdida por dois jovens neonazistas: Daniel Cowart, 20 anos, e Paul Schlesselman 18. Além do candidato, a dupla pretendia matar 102 negros americanos. Obama fecharia a série macabra, evitada pela prisão do par de malucos.
Os EUA são pródigos na produção de homicidas de celebridades. Em 30 de março de 1981, em ato solitário, um desequilibrado descarregou um calibre 22 na direção do presidente republicano Ronald Reagan. Uma das balas levou Reagan à mesa de cirurgia. Um outro George Bush, vice de Reagan e pai do presidente atual, esteve na bica de repetir Lyndon Johnson, que assumira a Casa Branca depois do assassinato de Kennedy.
Depois de duas horas de cirurgia, porém, o país foi informado de que Reagan sobreviveria. Completou oito anos de mandato como um dos presidentes mais populares dos EUA.A ameaça contra Obama reforça a inclinação dos americanos para o drama e a tragédia. A novidade é que a ameaça chega agora antes da mesmo da eleição.
Imagine-se a encrenca em que seria metido o ex-império se o candidato da esperança fosse detido não pelo voto, mas por disparos de dois racistas imbecis. Obama costuma rejeitar as analogias que tentam fazer entre sua trajetória e a de Kennedy. Ganhou um motivo a mais para espantar a macumba.
Josias de Souza

Efraim defende unidade de aliados para 2010

O senador Efraim Moraes (DEM) disse nesta segunda-feira (27), que para se obter sucesso nas eleições de 2010 é necessário que os partidos que fazem parte da base de sustentação do governo Cássio Cunha Lima (PSDB) permaneçam unidos. Segundo o senador, que não esconde a vontade de disputar as eleições para governo do estado em 2010, a decisão de quem será o candidato deve acontecer mais próximo do pleito.
De acordo com ele, o nome deverá ser escolhido dentro da base aliada com todos os partidos. “O nome vai ser escolhido em consenso. E com certeza o nome escolhido será o de quem estiver melhor no momento”, disse. Efraim ainda citou além do nome do senador Cícero Lucena (PSDB) os nomes dos deputados federais Rômulo Gouveia (PSDB) e Wellington Roberto (PP). “Nós temos muitos nomes bons que podem tranqüilamente disputar a vaga de governador da Paraíba”, afirmou.
De acordo com o senador, apesar do fortalecimento dos Democratas nas eleições desse ano na Paraíba ainda não é o momento do partido ter uma candidatura própria e independente. “Apesar dos resultados expressivos nas eleições, ainda não é suficiente para uma candidatura própria”, finalizou.

TCE aponta que 70% dos prefeitos aumentaram folha durante a campanha eleitoral

Cerca de 70% das prefeituras paraibanas aumentaram a folha de pessoal no período de eleições. Esse é um dos primeiros dados colhidos pelo Tribunal de Contas do Estado, que baixou, na semana passada, resolução exigindo das prefeituras balencetes da folhas...referentes ao mês das eleições a fim de que os auditores façam análise mais detalhada dos casos e comprove o inchaço do quadro de pessoal contratado sem concurso público. As primeiras auditorias realizadas pelo TCE apontam a existência de uma modalidade bastante frequente nas campanhas eleitorais: o prefeito contrata pessoal para campanha, mas coloca na folha da prefeitura, bancando todos os gastos do processo eleitoral com o dinheiro público.
Após denúncias de prefeitos eleitos e estudos realizados pelo Tribunal de Contas do Estado, no que diz respeito ao aumento do valor na folha de pagamento das administrações municipais em toda a Paraíba, a corte do TCE decidiu exigir dos atuais prefeitos e presidentes das Câmaras Municipais dos 223 municípios do Estado uma relação contendo a lista de todos servidores das prefeituras e das câmaras para saber se houveram irregularidades no período eleitoral. Os prefeitos têm até o dia 14 para responder a consulta do TCE.
A lista, conforme o presidente do TCE, Arnóbio Viana, deve vir acompanhada do balancete da prefeitura, no que diz respeito aos gastos do mês de setembro de 2008, e deve discriminar quais e quantos são os servidores efetivos, comissionados, prestadores de serviços e os contratados por tempo determinado para atender necessidade temporária de excepcional interesse publico.

Eleição do Conselho Tutelar acontece dia 16/11.

Já está tudo pronto para a realização da eleiçõe do Conselho Tutelar em Itaporanga, programada para o próximo dia 16. Segundo o secretário municipal de Ação Social e presidente do Conselho Municipal, o adiamento foram devido a pedido da promotora Joseane dos Santos Amaral, que via dificuldades na preparação de duas eleições ao mesmo tempo, já que ela estaria acompanhando as eleições municipais nos vários municípios que compõem a 33 ª Zona Eleitoral.
Assim, a eleição do Conselho Tutelar teve que ser programa para acontecer logo após as eleições municipais. Além da solicitação da promotora, outros fatores contribuíram para a não realização das eleições no mês de setembro, entre outros: extinção de algumas instituições que possuíam representantes no Conselho Tutelar e a necessidade da regulamentação da lei que disciplina o conselho. Esta lei só foi aprovada no dia 28 de setembro. Ou seja, A câmara tinha que aprovar uma nova Lei porque o conselho não estava paritário (resolvido) e não era possível realizar duas eleições ao mesmo tempo (entendimento do CMDDCA e Ministério Público).

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Vitória de Veneziano projeta o PMDB para 2010

Lideres partidários e especialistas políticos projetaram neste domingo, depois da confirmação da reeleição do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital, que o PMDB está com as condições ideais para lançar candidato ao Governo em 2010 tendo entre os nomes mais fortes na futura disputa o próprio Veneziano. "Que o PMDB vai ter candidato ao Governo em 2010 ninguém tem mais dúvida", assegurou o deputado federal Wilson Santiago presente aos bastidores das eleições em Campina Grande considerando o nome do prefeito campinense como em potencial.
No PSB, vários dirigentes estaduais disseram em contato com a reportagem do portal WSCOM Online, que embora seja cedo para falar sobre o assunto é previsível que haja a candidatura do PMDB diante da opção partidária em torno de Ricardo Coutinho. "É possível que hajam varias acomodações políticas a partir de agora", adiantou outro dirigente do PSB.
Quem retratou da maneira mais prevísivel o futuro quadro político da Paraíba foi o articulista Luis Torre. Confira: "Reeleito com mais de 116 mil votos em Campina, o prefeito Veneziano Vital do Rego deixa de ser promessa para se converter em realidade. Até ontem, no domingo, tudo que se projetava em torno do futuro político do chamado “cabeludo” incluía condicionais. Ao reeleger-se, Veneziano sai do universo condicional para o mundo das coisas tangíveis. E talvez mais do que imaginava.
Ao vencer o prefeito de Campina apaga todos os arranhões que, porventura, sofreu no processo. A vitória tem o poder terapêutico de curar feridas. E o que Veneziano fez, ao se reeleger ontem, foi um cirurgia plástica na moral e na imagem que não deixou uma cicatriz sequer. Não teria, em tese, faturado tanto se batido o pleito no primeiro turno. Com o segundo tempo, acabou tendo, ao seu favor, quase um mês de exibição de Guia Eleitoral em todo o interior da Paraíba, espaços em debates eleitorais de veiculação estadual, bem como a atenção de todo o Estado, que parou para ver Campina. E a vitória de Vené.
Ontem, no discurso de vitória, Veneziano já demonstrava a intenção de ser uma nova liderança política do Estado. O discurso, bem parecido com o que Cássio saudava a cidade quanto prefeito, revelou a intenção do prefeito de “governar por toda a cidade”. A partir de hoje, não interessa mais a Veneziano dividir a cidade. Mas uni-la. Porque não é ele mais candidato a prefeito. Mas a governador. E, para tanto, nada mais importante do que ter o beneplácito da maioria dos campinenses. Assim como Cássio, quando pede votos para si próprio. Ontem, ao discursar, Veneziano declarou que “continuará a ser o prefeito de todos os campinenses”. Que não vai trabalhar só para vermelhos ou amarelos. Mas por uma só Campina.
Ganhou por vários fatores. Entre eles, os conceituais: a força do instrumento da reeleição e dificuldade do campinense num candidato de Cássio e não no próprio Cássio. E os periféricos: Veneziano como forte candidato ao governo do Estado, parcerias com governo Lula e outras. Outra liderança emergente na política com olhos em 2010, o prefeito Ricardo Coutinho estremeceu com a vitória de Veneziano. Apostou na vitória de Rômulo Gouveia (PSDB) para resolver o problema doméstico e acabou sem jeito de chegar junto de Veneziano e companhia após a vitória.
A estratégia do prefeito, no entanto, é não dar mote para que eles o abandonaram. Entre eles, Ricardo Coutinho. Que pela primeira vez na vida política vai descobrir o significado da palavra obstáculo. Aliás, diz-se que Ricardo Coutinho vetou que o prefeito eleito de Mamanguape pelo PSB fosse para Campina Grande ajudar Veneziano. O convite ao prefeito foi feito pelo próprio Maranhão. E negado pelo próprio Coutinho. Logo após o resultado, o governador Cássio Cunha Lima orientou aos mais chegados que respeitassem a vontade das urnas. “Porque quem costuma brigar com as urnas é Maranhão”, disparou.
O ex-senador Ney Suassuna começa a ser considerado pé-frio nas campanhas. Vai precisar gastar cada vez mais para manter-se na crista".

domingo, 26 de outubro de 2008

Veneziano vence com 6.879 de diferença em CG

Veneziano Vital do Rego (PMDB) vence o segundo turno das eleições em Campina Grande e volta a ocupar o cargo de prefeito do município. Ele obteve 116.222, correspondente a 51,52%, contra 109.343 (48,48%) obtidos por Rômulo Gouveia. Uma diferença pró-cabeludo de 6.879 votos.
Veneziano Vital do Rêgo Segundo Neto nasceu no dia 17 de junho de 1970, em Campina Grande. Filho de Ozanilda Gondim e do jurista Antônio Vital do Rêgo, Veneziano veio de uma família tradicional na politica paraibana. Em 1989 foi aprovado para direito pela Universidade Estadual da Paraíba, tendo concluído o curso no Centro de Ensino Unificado de Brasília.
Nas eleições de 1996, Veneziano se elegeu vereador pela primeira vez em Campina, pelo PDT, conseguindo voltar ao Poder Legislativo na eleição seguinte (2000). Em 2003, ele se desfiliou do partido para ingressar no PMDB. Veneziano casou em 2005 com a advogada Ana Cláudia Nóbrega, com quem tem dois filhos. Em 2004, o peemdebista ganhou no segundo turno do seu adversário Rômulo Gouveia (PSDB), com uma diferença de 791 votos (50,19% contra 49,81%), levando-se em consideração os 247.231 eleitores da cidade.
O deputado federal Vital do Rêgo FIlho (foto), irmão do prefeito reeleito Veneziano Vital (PMDB), agradeceu ao povo de Campina Grande o resultado das eleições municipais deste domingo (26). Segundo ele, "essa vitória é de Deus", e demonstrou a força da população campinense. "Tivemos que enfrentar uma desigualdade enorme, em nenhum momento pedi minha fé. Eu sabia que Deus estava operando ", relata Vitalizinho .

Mensagem de Domingo: "Amor, a maior força do Universo", por Professor João P. Filho

Só o bem justifica a existência humana. Deus é Amor. Deus nos deixa moralmente livres.
Devemos levar uma vida de auto controle, tendo a virtude como bem único e o absoluto domínio sobre si mesmo como o grau máximo de sabedoria. Estando livre de todos os desejos, prazeres e coisas materiais.
O mundo só conhecerá a paz quando viver o amor espiritual e conhecer a verdade divina. Pratiquem a caridade completa, amparando as almas sem esquecer dos corpos, libertando o ser humano e seus espírito de ignorância e de miséria moral e material.
Conheça a verdade, Jesus Cristo disse em oração à Deus Jeová: "A tua palavra é a verdade". Leia a Bíblia e encha-se do conhecimento e poder de Deus.
Deus nos ilumine!
Professor João P. Filho

Rômulo Gouveia acabou de votar...

O deputado Rômulo Gouveia, candidato a prefeito de Campina Grande pela Coligação Por Amor a Campina, votou por volta das 9h deste domingo na 32ª seção da 16ª Zona Eleitoral, que funciona no Colégio Virgem de Lourdes (Lourdinas), bairro de Santo Antonio, em Campina Grande.
Ele demorou menos de dez segundos para votar e exclamou o grito “Vitória!” à saída do local de votação. O candidato se declarou “confiante, alegre e grato a Deus” pela campanha que chega ao final. Rômulo comentou que a passeata realizada na tarde/noite de ontem por sua coligação “foi mais uma demonstração” do sucesso eleitoral. - Missão cumprida. "Faço uma avaliação extremamente positiva da campanha. Com certeza, Campina confirmará a nossa vitória" comentou o prefeitável.
O candidato a prefeito de Campina Grande pela Coligação Por Amor a Campina, Rômulo Gouveia (PSDB), reuniu milhares de militantes numa passeata realizada ontem. que além do presidente da legenda, senador Cícero Lucena, contou com a participação do governador Cássio Cunha Lima, do senador Efraim Morais, do ex-senador Ney Suassuna, do deputado federal Wellignton Roberto, entre outras lideranças estaduais, como também do jogador do Flamengo Marcelinho Paraíba.
Há dois anos alguém imaginava Cícero Lucena e Ney Suassuna no mesmo carro????

Paraibano ganha sozinho na Mega-Sena

O cara tirou o pé da lama. Um apostador da cidade de João Pessoa foi o único a acertar as seis dezenas do concurso 1.016 da Mega-Sena deste sábado, 25. Segundo a Caixa Econômica Federal (CEF), ele irá receber um prêmio de R$ 13.814.409,97. As seis dezenas sorteadas são: 05 - 09 - 11 - 20 - 25 - 60. A quina saiu para 174 apostadores; cada um recebe R$ 8.435,56. A quadra foi acertada por 9.476 pessoas e o prêmio será de R$ 154,89 para cada apostador.
Estadão

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Ex-delegada e Advogada Divani Pinto é presa ao tentar encomendar mortes no presídio do Roger

A ex-delegada e advogada Maria Divanir Oliveira Pinto (foto), foi presa em flagrante no final da tarde desta sexta-feira, 24, quando entregava um recipiente com veneno para o detento Argemiro de Sousa Gomes no presídio do Roger em João Pessoa. O veneno era para matar os também detentos e irmãos, Lindoaldo e Lindoberto dos Santos, que foram presos pela morte do marido de Maria Divanir. A advogada é natural de Boa Ventura e foi candidata a vereadora pelo PSDB nas eleições recém finalizadas.
De acordo com a direção do presídio, a ex-delegada já havia aliciado o detento para cometer o crime e hoje entregaria o veneno que causaria as mortes. Argemiro decidiu contar o fato ao diretor Dinamérico Cardim, que armou o flagrante e prendeu a acusada em flagrante. De acordo com informações da direção do presídio, a advogada tinha ido ao presídio há alguns dias e voltou hoje já com o veneno. Toda conversa com o presidiário foi filmada por câmeras instaladas na sala. Membros da Ordem dos Advogados do Brasil (AOB-PB) compareceram ao local para garantir o direito de defesa da acusada. Maria foi levada para a 2ª Delegacia Distrital.
EM TEMPO REAL - Toda a negociação do crime e a entrega do frasco pela advogada ao apenado, que guardou o veneno dentro da roupa, foram filmadas

A advogada criminalista Divani Pinto, foi presa em flagrante que aconteceu às 17h30, no interior do Presídio do Róger, em João Pessoa, quando o preso fingiu aceitar a proposta de tentar matar os companheiros de cárcere com o veneno que lhe seria repassado por Divani Pinto. Ela confessou o ato ao diretor do Presídio do Rober, Dinamérico Cardim, e ainda acrescentou que esta não foi a sua primeira tentativa de matar os autores do assassinato do seu marido, fato ocorrido há meses, no bairro de São José.
Um delegado do Grupo de Operações Especiais (GOE) está no Presídio do Róger para ouvir o depoimento da advogada. A presença dos peritos do Departamento de Medicina Legal (DML) é aguardada para que a substância contida no vidro seja examinada.

O TCE alerta que Prefeituras poderão ter contas bloqueadas em novembro devido a contratações

Os atuais prefeitos e aqueles que foram reeleitos terão que enviar ao Tribunal de Contas do Estado um balanço das contas e uma lista de todos os servidores comissionados e efetivos que compõem o quadro de funcionários de cada município. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (24) pelo presidente do TCE, Arnóbio Viana, que concedeu um prazo até o dia 14 de novembro para os gestores possam prestar contas.
Arnóbio Viana tomou a medida após acatar a denúncia do conselheiro Fernando Catão. Ele comentou para a reportagem do portal Paraíba 1 que percebeu uma “enxurrada de contratações” durante o período eleitoral e que será necessário cobrar dos gestores os motivos das contratos.“Observando os dados dos municípios, eu verifiquei que havia em muitos deles um crescimento exagerado do número de servidores contratados temporariamente”, explicou. De acordo com o conselheiro, será feita uma fiscalização mais efetiva, onde será acompanhada a folha de funcionários mês a mês, desde dezembro de 2007 até setembro de 2008. No levantamento, será possível detectar a variação do número de funcionários que atuavam nas prefeituras.
Caso a lista não seja enviada, o balancete das contas dos municípios não será apreciado, o que pode dificultar o processo de posse dos novos mandatos. O presidente do TCE esclareceu que as contratações em caráter de emergência ou de demanda extra podem ser feitas, contato que estejam dentro das exigências da lei. Os 223 municípios estão convocados a prestar contas. Arnóbio Viana disse que se os gestores não justificarem as contratações, a prefeitura será obrigada a retirar o pessoal do quadro de funcionários.
“Esse tipo de contratação só pode ser feita por um tempo determinado e para um fim específico. Por exemplo, se o município tem um surto de dengue, será necessário adquirir reforços para tratar a questão, mas por um prazo pré-estabelecido. O que está acontecendo é que esses servidores comissionados permanecem na administração após o término do período. Não podemos permitir que isso se perpetue”, comentou Fernando Catão.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Defensores Públicos aceitam proposta do Governo

Os defensores públicos do Estado voltam ao trabalho nesta sexta-feira (24) depois de 31 dias em greve. A categoria, por maioria durante assembléia realizada na tarde desta quinta-feira (23), resolveu aceitar a proposta de salário oferecida pelo Governo do Estado que fixa o novo piso dos defensores em R$ 5,6 mil - um aumento de cerca de 2,2 mil reais. Eles voltam ao trabalho ainda nesta sexta-feira.
Além disso, os defensores também ganharam do governo estadual a garantia de que no começo de 2009 o piso da categoria sofrerá novo reajuste passando para R$ 8 mil. Segundo o presidente do Sindicato dos Defensores Públicos do Estado da Paraíba, Levy Borges, a greve, no entanto, só foi "suspensa", frisou. Ele ressaltou que o entendimento mantido entre a categoria é de que, caso o Governo não cumpra com a promessa feita de conceder o segundo reajuste no primeiro semestre do ano que vem a greve será retomada.
Levy Borges classificou o reajuste dos salários dos defensores de irrisório. Disse que esse aumento já chega atrasado, mas que é preciso respeitar o desejo da maioria. O Estado conta com 280 defensores públicos. A greve, segundo o presidente do Sindicato, atingiu cerca de 90% da categoria. Alguns serviços oferecidos pela Defensoria Pública são investigação de paternidade, alvará judicial, adoção, tutela, guarda, separação, divórcio, interdição e em casos de prisão, conversão, execução de alimentos, exoneração de alimentos, execução de guarda, inventário, registro de óbito, retificação de documentos e separação.

Presidente do TRE compara Campina Grande neste segundo turno das eleições ao Oeste Americano

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Nilo Ramalho, criticou nesta quinta-feira (23), em entrevista a Rede Paraíba Sat, o clima de animosidade vivido neste segundo turno de Campina Grande. Ele disse que a idéia que tem é que a cidade se prepara para uma verdadeira guerra e comparou Campina Grande nesta véspera de eleição aos tempos do oeste norte-americano.
Nilo Ramalho disse que se preocupa com o comportamento dos dois candidatos, o atual prefeito Veneziano Vital (PMDB) e o deputado federal Rômulo Gouveia (PSDB), por incitar a militância ao combate e assim ajudar a aumentar a tensão na cidade.
Ele explicou também que a preocupação é saber como os candidatos e sua militância vão se portar no dia das eleições e disse que diante de qualquer exagero os partidos serão responsabilizados. “Eles têm obrigação de conter seus cabos eleitorais”, destacou.
Ainda de acordo com o presidente-desembargador, é importante que o TRE, em parceria com as diversas forças que farão a segurança na cidade, consigam “frear esse pessoal” e conseqüentemente evitem que os abusos aconteçam.
Phelipe Caldas

Veneziano menospreza liderança de Maranhão e lança-se candidato em 2010 contra Coutinho

Essa Paraíba velha de guerra é uma 'vila' em campanha 24 horas. Pois faltando três dias para a realização do segundo turno em Campina Grande esta eleição se estadualizou e mostrará, sem dúvidas, como se revelerá 2010. A animosidade entre os prefeitos Veneziano Vital do Rego (PMDB) e Ricardo Coutinho (PSB), por exemplo, demorou mas chegou ao guia eleitoral.
A um só tempo, e em um só programa hoje (23), o prefeito e candidato à reeleição em Campina Grande, Veneziano Vital do Rego, lançou-se candidato ao Governo da Paraíba detonando as prováveis candidaturas de Ricardo Coutinho (PSB) e a do presidente estadual do seu partido, o PMDB, José Maranhão, que dois dias atrás revelou à imprensa que todas as pesquisas de que dispõe o colocam como o nome mais indicado para concorrer à sucessão de Cássio Cunha Lima, em 2010. No guia eleitoral do rádio transmitido na manhã desta quinta-feira, o locutor da campanha do candidato do PMDB deixa claro que Veneziano é candidato ao Governo do Estado da Paraíba em 2010 e afirma ainda que em João Pessoa qualquer eleitor sabe que o único nome capaz de fazer frente a Ricardo Coutinho é Veneziano.
Veja o que diz o programa radiofônico de Veneziano transmitido na manhã desta quinta-feira. “Campina precisa eleger um líder a altura de sua importância política. É importante saber que o tempo do governador está acabando. Ele só tem mais dois anos de governo e não pode ser reeleito para o cargo. Em João Pessoa qualquer eleitor sabe que o único nome capaz de fazer frente a Ricardo Coutinho é Veneziano.” “Só para citar um exemplo. No primeiro turno Veneziano e Ricardo Coutinho participaram juntos de uma carreata em Sousa. Enquanto nosso prefeito era ovacionado pela multidão que gritava seu nome o prefeito de João pessoa passava despercebido.”, afirmou o locutor.
Já no final da manhã, a Assessoria do prefeito soltou a seguinte Nota: A equipe de marketing da Coligação Amor Sincero por Campina pede desculpas ao prefeito eleito de João Pessoa Ricardo Coutinho por uma frase inserida num texto veiculado hoje às 6 horas da manhã no programa de rádio da coligação e que não expressou o pensamento do candidato Veneziano, da coligação nem da nossa equipe. O que se pretendeu foi exaltar a consagradora votação obtida por Ricardo Coutinho na Capital e motivar os campinenses a fazerem o mesmo com Veneziano.
Ao relembrar presença de ambos em comício em Sousa, o guia destaca que o prefeito Veneziano Vital do Rego "foi ovacionado" enquanto Ricardo passou despercebido. O texto pareceu tão agressivo que, no final do dia, a coligação Por Amor Sincero À Campina Grande, encabeçada pelo PMDB, enviou nota de desculpas ao prefeito Ricardo Coutinho, alegando que tudo não passou de um mal-entendido.
Veja o que ocorreu na cidade de Sousa, no primeiro turno, segundo relato/nota do jornalista Carlos Magno: "durante uma passeata do então candidato André Gadelha (Andrezão), derrotado nas eleições, ocorrida na cidade de Sousa e que teve a participação dos dois houve um, digamos, pequeno moído para se decidir sobre a participação de RC e Vené na passeata. Parece que havia o pedido para que Ricardo e Veneziano saíssem juntos, no mesmo carro. E que os dois viajaram a Sousa em seus veículos de campanha devidamente adesivados.
Foi numa fração de segundos. Diante do pedido, Ricardo, que estava em veículo cheio de adesivos seus, sapecou: "vamos no meu carro". Exatamente no mesmo instante, Veneziano, que igualmente viajara com carro decorado de V, também disse: "vamos no meu". Um olhou para ao outro, como quem espera. Ricardo não cedeu. Coube a Veneziano, soltar: "vamos no carro de Ricardo, então". E os dois subiram no mesmo veículo, por onde desfilaram, na passeata de Andrezão, por mais de sete quilômetros, nas ruas de Sousa.
As informações sobre o que ocorreu no percurso são outro indicativo do que poderá vir, a partir das eleições deste ano: Veneziano era ovacionado em pleno carro adesivado de Ricardo e, a este, coube aceitar o peso do ainda desconhecimento estadual. Para dois simples mortais, nada de diferente. Mas para duas lideranças que, ao passar no crivo das urnas este ano surgem como bolas da vez para 2010, pode-se dizer que foi algo bastante motivador para um - e preocupante para o outro."
Ou seja, veladamente, Veneziano e Ricardo travam disputa dentro da oposição na Paraíba para saber quem receberá a preferência do grupo na disputa pelo governo do Estado em 2010. No início do mês, Ricardo disse que não participaria da campanha de Vené em Campina.

Produção de leite na Paraíba gera 20 mil empregos e produtores faturaram R$ 211 mi em cinco anos

A Paraíba produz cerca de 318 mil litros de leite por dia, o equivalente a 9,8 milhões de litros por mês. De acordo com o pesquisador da Emepa e coordenador do Programa do Leite na Paraíba, veterinário Aldomário Rodrigues, em cinco anos, precisamente de 2004 ao mês de setembro/2008, o Governo do Estado em parceria com o governo federal já aplicou mais de R$ 211 milhões na compra do lacticínio, garantindo a geração de mais de 20 mil empregos diretos e indiretos nos 223 municípios, principalmente para pequenos produtores dependentes da agricultura familiar.
De acordo com dados da própria Emepa, presidida pelo itaporanguense Miguel Barreiro, atualmente a produção ao dia é de 300 mil litros através do ordenhamento de vacas leiteiras no estado. Já com relação ao leite caprino, a Paraíba mantém uma produção diária de 18 mil litros ao dia, se destacando como o maior produtor do gênero no país.
Desse total, cerca de 120 mil litros são destinados ao programa "Leite da Paraíba", com distribuição de 106 mil litros bovinos e 14 mil de caprinos. Ainda de acordo com Aldomário, o Governo do Estado tem desenvolvido estratégias de fortalecimento da bacia leiteira no semi-árido, priorizando o melhoramento genético, a sanidade animal e o suporte forrageiro. Também estimulou a cessão de reprodutores e matrizes para os criadores, com transferência de embriões, mais assistência técnica e organização dos criadores.
Com relação à auto-suficiência, o veterinário acredita que o estado ainda esteja um pouco distante de alcançar esse patamar. Atualmente, conforme dados do Censo 2007 do IBGE, a Paraíba conta com 3 milhões, 554 mil e 569 habitantes e, para se ter uma idéia com uma produção em média de 318 mil litros por dia, daria uma média de distribuição de cerca de 0,1 ml por pessoa.
Através das pesquisas disponíveis na Emepa, está sendo possível consolidar bacias leiteiras centradas em pequenos produtores, sendo atraídos para o programa de distribuição do leite ampliado pelo governador Cássio Cunha Lima, conforme informou o presidente da Emepa, Miguel Barreiro Neto.
Só no período compreendido entre 2000/2006, o acesso às tecnologias de reprodução animal desenvolvidas da Emepa, com assistência técnica aos criadores, o rebanho caprino teve crescimento mais significativo de 24,24%, evoluindo de 526.179 para 653.730, representando um acréscimo de 127.551 animais.
A ampliação do Programa do Leite foi fundamental, pois só no primeiro ano do governo Cássio, a produção no estado passou de 20 mil litros/dia distribuídos para 120 mil litros de leite de vaca e de cabra, beneficiando meio milhão de pessoas em todo o estado, onde 120 mil famílias recebem leite todos os dias.

R$ 2,3 mi são liberados para combate à dengue na PB e a cidade de Piancó é uma das contempladas.

O Governo do Estado e mais 17 prefeituras paraibanas vão contar com um incremento de mais de R$ 2,3 milhões do governo federal, para reforçar ações de combate e prevenção ao mosquito da dengue na Paraíba. Os recursos, pactuados em reunião da Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), já estão assegurados a partir desse mês de novembro e sua destinação visa reforçar o Teto Financeiro de Vigilância em Saúde (TFVS).
Estão sendo contemplados com esse incremento de recursos para o combate à dengue os municípios de Bayeux, Cabedelo, Cajazeiras, Campina Grande, Catolé do Rocha, Conde, Cuité, Guarabira, Itabaiana, João Pessoa, Lucena, Monteiro, Patos, Piancó, Santa Rita, Sousa e Princesa Isabel. “Os recursos vão ajudar os municípios a controlarem a incidência da dengue, bem como prevenir a doença. Cada secretaria vai utilizar o recurso conforme as necessidades da cidade”, informa a gerente-executiva de Vigilância em Saúde, Dionéia Garcia. Ela adianta que, entre as ações previstas pelo Estado nos municípios, está a utilização de parte do recurso para campanhas publicitárias de conscientização da população sobre os perigos da doença.
Na Paraíba, de janeiro deste ano até 11 de setembro, já foram notificados 8.470 casos de dengue, sendo 57 do tipo hemorrágica, considerada a forma mais perigosa da doença. A 11ª edição do boletim da dengue, divulgado no início deste mês pela Secretaria da Saúde, revelou que a faixa etária mais acometida pela dengue é a de 20 a 29 anos, com 18,5% do total de ocorrências. As maiores vítimas são as mulheres, que correspondem a 57,4% dos casos. A Secretaria de Saúde levou em conta as notificações de janeiro até 11 de setembro deste ano.

Paulo Conserva recebe convite do escritor Ednilo Soárez para lançamento de sua obra em Portugal

O nosso mais ilustre escritor e jornalista Paulo Conserva (foto ao lado editor) continua muito reverenciado no Brasil e no exterior. Semana passada ele recebeu um convite do escritor Ednilo Soárez para participar do lançamento do seu livro "Ramalho Ortigão, um marco na Literatura Portuguesa". O amigo Paulo Conserva é, na verdade, um ícone que Itaporanga tem orgulho de ter como filho.
O primeiro dia de lançamento aconteceu ontem (22) às 19h nas dependências do Ideal Clube, em Fortaleza (CE), com a apresentação de Dimas Macedo. Já o próximo dia de lançamento da obra acontecerá no próximo dia 06 de novembro, às 18h, na Universidade de Lisboa em Portugal, com apresentação de Ernesto Rodrigues.
Subscreveram o convite à Paulo Conserva, as seguintes instituições: A Academia Fortalezense de Letras; A Academia Cearense de Retórica; O Instituto do Ceará; A Associação Brasileira de Bibliófilos; E a Faculdade 7 de Setembro.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Auditores do TCE fazem diligências no Vale

Estará acontecendo até a próxima sexta-feira (24) diligências dos auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em vários municípios no Vale do Piancó. São eles: Aguiar, Itaporanga, Boa Ventura e Pedra Branca.

Flávia Galdino reuniu secretariado nesta segunda

Na cidade de Piancó o mundo político local começa a voltar ao normal. A prefeita reeleita Flávia Serra Galdino (PP), esteve nesta segunda-feira (20) na sede da Prefeitura Municipal, com todo o seu secretariado para tratar de assuntos ligados a gestão e agradecer pelo apoio à campanha próxima passada.
Na ocasião, a prefeita discutiu dotações orçaméntárias que estão disponíveis para novos projetos, dentre estes Poços Artesianos, Reforma do Cemitério e Calçamento.
Não houve qualquer comentário sobre mudança no secretariado, o que deixou muita gente contente.
Falando nisso, o Tribunal de Contas do Estado vai examinar, na sessão plenária desta quarta-feira (22), as contas de 2006 dos prefeitos de Piancó (Flávia Serra Galdino) e Coremas (Edilson Pereira de Oliveira).

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Luis Torres: "O Recado do PMDB".

O jornalista Luis Torres deixou o esquema maranhista mais ouriçado do que nunca após artigo escrito em sua coluna eletrônica, na semana passada, e reprisado aqui no blog. Onde você pode conferir clicando aí no link: Luís Torres: "O necrológio político de Maranhão"
Pois nesta terça-feira (21), Luis Torres dá mais um show de bola. Confiram...
"Os peixes grandes do PMDB estão saindo da toca. E não é à toa. Dias antes, publiquei neste espaço o “necrológio político de Maranhão”, no qual foi descrito o prenúncio do abrandamento político do senador. Em resposta, (indireta, é claro), porque a entrevista foi dada ao professor Agnaldo Almeida, o senador Maranhão disse, quase que num rompante de fênix, que está vivo sim e preparado para disputar o governo do Estado em 2010.
Ora, não mudemos uma vírgula do que foi dito. Maranhão começa sim a caminhar mais lentamente, mas o PMDB - como aglutinação política - continua pujante e dono de uma bancada federal de fazer inveja a torcida do Flamengo ( no tocante à quantidade). Elegeu 60 prefeitos e detém o comando de municípios importantes como Santa Rita, Patos e Guarabira.
Inspirados, portanto, pelo maestro Maranhão, figuras como os deputados federais Wilson Santiago e Wilson Braga escreveram a letra da música que o senador compôs no início da semana: o PMDB e Maranhão são fortes e disputarão o governo do Estado em 2010. Claro que ainda será preciso esperar o resultado de Campina Grande, onde o prefeito Veneziano Vital do Rego, do PMDB, representa, caso reeleito, uma força peemedebista à parte.
Mas as reações dos peemedebistas e do próprio Maranhão representam um recado mais do que claro e direto para o prefeito Ricardo Coutinho. Que até onde se sabe pretende gozar do privilégio de ser candidato único das oposições, reunindo PSB, PMDB e PT numa só coligação, como se João Pessoa fosse o resto da Paraíba. O PMDB parece não querer repetir a humilhação com que foi tratado na escolha do vice de Ricardo. E sabe que sua sobrevivência política depende disso. E nem quer ver o prefeito Ricardo Coutinho se aliando com o governador Cássio Cunha Lima sem que isso represente uma afronta. Por sua vez, Ricardo sabe que não vai a lugar nenhum sem Maranhão ou sem Cássio do seu lado na disputa para 2010.
Famoso por desmentir o que diz, para depois calcular se foi melhor o que disse ou que não disse, Wilson Braga foi o mais irônico: “Ricardo apoiará Maranhão se o senador for candidato ao governo do Estado em 2010”. Embora não seja uma provocação tucana, isso é o que podemos chamar de sinuca de bico.
Aliás, corre dentro do PMDB a tese de que o melhor vice-governador para Maranhão em 2010 é o deputado federal Manoel Júnior, do PSB, um dos mais socialistas mais leais ao PMDB. Consta também que o próprio prefeito Ricardo Coutinho tem alimentado a idéia de Maranhão se anunciar com pretenso candidato ao governo do Estado em 2010. O objetivo é afastá-lo do seu projeto e abrir o terreno para uma aliança com o governador Cássio (foto)."

"O PMDB terá candidato ao governo em 2010 independente de qualquer coisa" diz Santiago.

“O PMDB terá candidato a governador em 2010, isso aí é uma certeza, independentemente de qualquer situação” – anunciou nesta terça-feira, em entrevista ao WSCOM Online, o deputado federal Wilson Santiago defendendo a manutenção nesse processo da aliança hoje com PT, PSB, etc com o apoio do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho.
Santiago, inclusive, justifica essa decisão já tomada na cúpula do PMDB. “Um partido que faz a maior quantidade de prefeitos na recente eleição municipal, continua tendo a maior estrutura partidária no estado e está evidente nas últimas oito eleições não pode ficar de fora da disputa para o Governo”, explicou.
Ele não quis citar nominalmente quem será o candidato do partido em 2010, pois considera importante levar em conta a conjuntura mais adiante, entretanto, disse que “o que não falta no PMDB são nomes bons com chance de vitória” – observou adiantando que se dispõe a ter seu nome na disputa majoritária até por registrar vitória em 58 prefeituras no estado. Na opinião do deputado, existem muitos cargos – governador, vice, 2 senadores, 2 suplentes – na majoritária em condições de abrigar muitos partidos e lideranças.
Quando indagado sobre como vê a pré-disposição do prefeito de João Pessoa de se candidatar ao governo e qual o posicionamento do PMDB em relação a Ricardo Coutinho, Santiago foi logo afirmando: "Ricardo é um companheiro nosso e saberá entender isso, além do mais ele foi eleito para governar por quatro anos" declarou Santiago admitindo pela primeira vez que, se o prefeito não aceitar um acordo com o PMDB, vai bater chapa e só se encontrar no segundo turno. E adicionou: “Se ele trabalha para ser cabeça e, obviamente, não podendo fazer composição conosco no primeiro turno, vamos para uma aliança apenas no segundo turno”.
Dando claros sinais de disposição para disputar um cargo majoritário, possivelmente uma das vagas no Senado, o ex-lider do PMDB na Câmara Federal observou que a disputa de 2010 ainda depende de alguns fatores, como o processo de cassação do governador Cássio e a ascensão ou não do senador José Maranhão, ainda a disputa de Campina Grande, a renúncia do prefeito Ricardo Coutinho.
Nesse particular, ele previu que quem vai tomar a iniciativa de precipitar a eleição de 2010 é o prefeito de João Pessoa. “Não sou hipócrita para negar o interesse de disputar um cargo majoritário, mas tudo isso vai depender do partido, dos aliados e da conjuntura, mesmo estando disposto à luta”. E completou: “Ricardo foi eleito para ser prefeito por quatro anos, portanto, se só vai ficar por um ano e três meses, a questão diz respeito unicamente a ele decidir, agora, o PMDB terá candidato ao governo em 2010 independentemente de qualquer coisa”.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

O senador José Maranhão disse hoje ser o melhor nome para disputar o Governo do Estado em 2010

Em entrevista ancorada pela experiência de Agnaldo Almeida, na TV Tambaú, o senador José Maranhão (PMDB) disse hoje ser o melhor nome da oposição para disputar o Governo do Estado em 2010. "Eu sou franco. Se for convocado e o meu nome apresentar as melhores condições - e até agora todas as pesquisas de consumo interno indicam meu nome com uma vantagem exponencial - terá que haver desprendimento. A oposição tem que estar unida e é isso que tenho conversado com Veneziano [Vital do Rêgo] e com Ricardo [Coutinho]".
Segundo Maranhão, a união da oposição é fundamental e ele cita que, além do governo do Estado, as duas vagas para o Senado poderiam satisfazer os excluídos ( na visão dele Vené e Coutinho) da candidatura à chefia do executivo paraibano: "Não precisamos brigar, se o objetivo é um cargo. Temos três cargos. Um para o Governo e dois para a senatória. A oposição não precisa se desentender. Não há necessidade disso".
Ainda defendendo sua tese de "união", José Maranhão afirma que o PMDB esforçou-se na campanha deste ano para não rachar o grupo no qual está inserido: "Nosso esforço foi no sentido de manter a união a partir das eleições municipais. Porque se nós tivéssemos nos dividido agora, chegaríamos aos frangalhos em 2010".
Como sabiamente escreveu Walter Santos, em sua coluna de hoje, "o senador raciocina e se expõe publicamente com tato, mas tudo o que foi dito está na dependência de muitos fatores, entre os quais a eleição de domingo em Campina Grande porque, dependendo dele, o projeto começa a alterar, da mesma forma, e principalmente, do desfecho dos dois processos de cassação do governador Cássio no TSE. Isso é verdadeiro, mas depende, porque numa hipótese de ascensão ao Governo, como tanto almeja, ninguém impediria a candidatura de Maranhão ao Palácio da Redenção, mesmo com as juras de amor expostas a Ricardo.
Só que, como disse e repito, ainda é muito cedo para projetar um cenário mais claro porque, afora tudo, é preciso repetir a lição de Garrinha diante da recomendação de Fiola para driblar os russos e lançar a bola para Didi fazer o Gol, em 58: precisam combinar tudo com a outra parte mais interessada do jogo, isto é, o eleitorado de sabedoria incontestável."

Itaporanga se vestiu de amarelo para recepcionar com grande festa o prefeito eleito Djaci Brasileiro

Ontem a cidade de Itaporanga se vestiu de amarelo para comemorar a "Festa da Vitória" na Avenida Getúlio Vargas. Mais de uma centena de veículos recepcionaram o prefeito eleito Djaci Brasileiro (PSDB), o deputado estadual Lindolfo Pires (DEM), a vice-prefeita eleita Wilza Rodrigues (PPS), o ex-prefeito Will Rodrigues, a líder política Ivete Fonseca Pinto, além de grandiosa comitiva, percorrendo, logo em seguida, as principais avenidas e terminando com a chegada no local do evento, onde milhares de pessoas e correligionários de Djaci o aguaradavam.
Fazendo uso da palavra o ex-prefeito Will Rodrigues agradeceu mais uma vez a população por atender o chamamento para mais uma demonstração de confiança no novo governo. E sutilmente mandou um recado para a oposição: "Dizem que eu e Djaci não vamos passar um mês juntos, mas quero dizer que eu não quero viver junto com Djaci não... Para isso, ele tem sua família. Entretanto, podem (a oposição) ter certeza que estamos juntos para mostrar que o povo acredita em nós e, por isso, nos deu o comando do poder em Itaporanga", disse.
Por sua vez o deputado estadual Lindolfo Pires se colocou à disposição dos itaporanguenses para trabalhar e lutar em prol dos anseios da 'Rainha do Vale': "Itaporanga te ama Djaci, é um amor de mãe pra filho. E, por isso, quero retribuir esse gesto me colocando à disposição para lutar por essa gente com muita determinação e eloquência na Assembléia e junto ao Governo do Estado", enfatizou.
Dona Ivete Pinto em uma de suas raras falas públicas disse, emocionada, que o povo de Itaporanga soube reconhecer o melhor pra assumir a Prefeitura porque Djaci tem raízes fincadas nos serviços prestados ao povo pobre. "Esse povo pobre que não se vendeu, que nos recebeu muito bem, que enfrentou as tentações do dinheiro fácil... Itaporanga volta, com a eleição de Djaci, que considero como um filho, a ser coroada como a Rainha do Vale", falou.
Por fim, o prefeito eleito agradeu a demosntração de carinho do povo de Itaporanga e disse que lutará incansavelmente para retribuir com muitas obras e ações para melhorar a qualidade de vida de todos, principalmente, os mais necessitados. "Agradeço à todos vocês, à minha família, à Will Rodrigues e sua família, aos meus destemidos candidatos a vereadores e à toda militância que foi pra rua defender o nosso nome, as nossas propostas e um melhor momento para nossa terra", disse Djaci.
A "Festa da Vitória" foi animada pelo cantor Saulo e Forró da Lamparina e pela Banda Cavalo de Pau.

Djaci Brasileiro nomea Comissão de Transição que será presidida pelo ex-secretário José Joaquim

O prefeito Eleito de Itaporanga Djaci Brasileiro (PSDB) assinou neste instante a nomeação dos membros que integrarão a Comissão de Transição, do futuro governo, encarrega de junto à Comissão da atul gestão a ser nomeada pelo prefeito Antônio Porcino (PMDB) "dignosticar a estado de saúde administrativa do município".
As Comissões assim constituídas devem entregar aos eleitos, além de outros documentos, demonstrativo dos saldos bancários disponíveis e transferidos do exercício de 2008 para 2009, termos de conferência de saldo em caixa, relação de valores pertencentes a terceiros e confiados à guarda da Tesouraria (a exemplo de caução e cautelas), balancete de dezembro e relação das despesas realizadas, mas não empenhadas.
Compõem, ainda, a lista de documentos os demonstrativos da dívida fundada interna e das obras em andamento, livro-caixa, inventário dos bens patrimoniais e de consumo, relação dos precatórios a serem pagos, situação dos servidores municipais, cópias de todos os arquivos eletrônicos e, quando possível, dos softwares acompanhados dos termos de entrega.
Veja quem são os membros que integrarão a Comissão de Transição para o futuro governo (Djaci Brasileiro 2009/20012): José Joaquim Salviano da Silva (Presidente); Kátia Lúcia Fonseca Pinto Brasileiro (Assessora Administrativa); José Felismino (Advogado); Gaudêncio Mendes de Sousa (Membro); e Geraldo Pedro de Sousa (Membro).
JOSÉ JOAQUIM SALVIANO DA SILVA
PRESIDENTE
KÁTIA LÚCIA FONSECA PINTO BRASILEIRO
ASSESSORA ADMINISTRATIVA

GAUDÊNCIO MENDES DE SOUSA
MEMBRO

GERALDO PEDRO DE SOUSA
MEMBRO

domingo, 19 de outubro de 2008

Mensagem de Domingo: "Deus é Nossa Proteção"

Os retos de coração, como não fazem e a niguém desejam o mal, não suspeitam das ciladas que o cercam. A inveja sempre vem acompnhada da simulação e da mentira; Nunca o invejoso tem razão.
A humildade e a prece vem os maiores obstáculos. Deus ama e recompensa a virtude, principalmente a da pureza, que não só torna bela a alma, mas até o próprio corpo muitas vezes.
A justiça é a base das demais virtudes e da ordem, sem justiça não há paz e tranquilidade. São insondáveis os desígnos de Deus e retas as suas veredas.
DEUS É NOSSA PROTEÇÃO

Professor João P. Filho

sábado, 18 de outubro de 2008

Capitão Kleber assume o comando da 3ª Cia/PM sediada na cidade Conceição

A 3ª Companhia de Polícia Militar do 6ºBPM, sediada na cidade de Conceição, tem novo Comandante, assumiu na manhã desta sexta-feir (17) os destinos da referida Subunidade o capitão Wendel KLEBER Vieira da Silva (foto), o qual terá a responsabilidade de coordenar 06 cidades do sertão Paraibano, mas precisamente do Vale do Piancó.
São elas: Conceição, Bonito de Santa Fé, Monte Horebe, Ibiara, Santana de Mangueira e Santa Inês, as quais terão uma segurança maior, pois a missão fundamental do novo comandante é garantir a tranqüilidade dos cidadãos nos municípios sob a juridição da 3ª Cia PM/6º BPM.
O capitão KLEBER, tem 30 anos de idade, é natural da cidade de Itaporanga-PB, tendo sido nomeado através do Boletim da Corporação nº. 0189 de 16/10/08, por ato do Comandante Geral da PMPB, coronel Kelson de Assis Chaves, e com o total respaldo do Coronel Chaves, comandante do 6°BPM, ressaltando ser o citado oficial um conhecedor dos problemas existentes na área de Segurança Publica daquela região.
Ascom PM/PB

42 candidatos já deixaram Vené e agora estão apoiando Rômulo no segundo turno em Campina

Como o mundo político paraibano está voltado para a Serra da Borborema, devido o segundo turno em Campina Grande, não tem como nos ater dos acontecimentos ali protagonizados já que o destino político do estado passa necessariamento por lá. Pois bem, caros leitores, o que está sendo pavimentado na 'Rainha da Borborema' para o domingo (26) é um verdadeiro 'furacão' para passar por cima do 'cabeludo'. Vão triturar o V!
Pois não é que o candidato a prefeito de Campina Grande pela Coligação “Por Amor a Campina”, Rômulo Gouveia (PSDB), recebeu na manhã deste sábado, 18, mais um grupo de adesões. Desta vez, dez candidatos a vereador que apoiaram o prefeito e candidato à reeleição Veneziano Vital do Rego, da Coligação “amor Sincero Por Campina”, anunciaram publicamente que vão votar e trabalhar para Rômulo neste segundo turno. Juntas, conforme a assessoria de Rômulo Gouveia, as lideranças representaram nas urnas 10.700 votos.
Entre os novos apoios, que se fizeram presentes na sede da Associação Campinense de Imprensa, Rômulo anunciou os nomes de Lula Cabral, Galego do Leite, Alexandre de Didi, pastor Luciano Breno, Novinho, pastor Antonio Carlos, Reginaldo Guimarães, Alemão, Saulo Germano, Hélio do PSL, Zenaide e pastor Esdras. As novas lideranças fecham uma semana em que outros 32 nomes também anunciaram apoio à candidatura do tucano Rômulo Gouveia, em evento ocorrido na quarta-feira passada no Gardem Hotel.
Na ocasião nomes de peso eleitoral como Saulo Noronha, Serginho Góes e o professor Miguel Rodrigues participaram com outros candidatos a vereador que apoiaram Veneziano no primeiro turno de evento de adesão a Rômulo. Durante o anúncio das adesões, várias lideranças fizeram uso da palavra e asseguraram que estavam mudando de posição porque Campina Grande já tem à essa altura a total idéia da gestão de Veneziano Vital do Rego, sua postura política e as graves denúncias não esclarecidas sobre corrupção eleitoral.
Ao se pronunciar, Rômulo Gouveia agradeceu a manifestação de confiança do novo grupo de candidatos a vereador e assegurou que “a iniciativa apenas reforça sua certeza de vitória e que Campina Grande, neste segundo turno, consolidará a decisão de voltar a crescer, sob nova administração.”
Ou seja. com a adesão quarta-feira de 32 candidatos, que somaram 13 mil votos, e agora mais dez candidatos, que somaram mais 10 mil votos, o 'gordinho' está com munição suficiente para tirar a diferença dos quase dois mil votos que o separou do 'cabeludo' no primeiro turno.

Deputado Branco Mendes comemora eleição de aliados nas cidades de Ibiara, Coremas e Aguiar.

Quem está comemorando muito é o deputado estadual Branco Mendes (na ladeado por Rosimere e Roberta Pereira - esta última Delegada Regional do Direitos da Criança e do Adolescente) pelo fato de ter conseguido um bom desempenho nestas eleições ao ver eleitos três de seus aliados no Vale do Piancó.
Além de Alhandra (no litoral sul), com a reeleição de seu sobrinho Renato Mendes, e da cidade de Sumé, os candidatos apoiados pelo democrata aqui na região ganharam nas seguintes cidades: Ibiara, com Pedro Feitosa; Coremas, com a reeleição de Edilson Pereira; e Aguiar, com a eleição de Tintin.
Com isso, ele acredita que, em retribuição, os gestores o ajudarão a permanecer na Assembléia Legislativa em 2010.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Fazenda Serrota em Itaporanga é a 1ª na Paraíba a ser desapropriada devido plantio de maconha

A Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na Paraíba será imitida na posse do primeiro imóvel rural desapropriado no Estado devido ao plantio ilegal de maconha, na manhã da próxima terça-feira, 21. A Fazenda Serrota, localizada no município de Itaporanga, possui aproximadamente 118 hectares.
A desapropriação do imóvel foi baseada na Lei Nº 8.257, de 26 de novembro de 1991, que determina que glebas de qualquer região do país onde forem encontradas culturas ilegais de plantas psicotrópicas serão imediatamente expropriadas. Além disso, serão destinadas ao assentamento de colonos, para o cultivo de produtos alimentícios e medicamentos, sem qualquer indenização ao proprietário e sem prejuízo de outras sanções previstas em lei, conforme o artigo 243 da Constituição Federal.
O parágrafo único do artigo 1º da Lei 8257/91 diz ainda que todo e qualquer bem de valor econômico, apreendido por tráfico de entorpecentes e drogas será confiscado e revertido em benefício de instituições e pessoal especializado no tratamento e recuperação de viciados, no aparelhamento e custeio de atividades de fiscalização, controle, prevenção e repressão do crime de tráfico.
A cidade de Itaporanga tem conferido de dez anos pra cá uma verdadeira guerra no combate ao crime organizado e entorpecentes protagonizados pelo trabalho em conjunto das Polícias Cívil e Militar. A atuação do capitão Plutarco (à esquerda), comandante da 3ª Cia/PM há oito anos, e do delegado Pedro Viana, atualmente na chefia do Grupo de Operações Eespeciais da Polícia Cívil na Paraíba, sempre foi efusivamente festejada e comemorada por toda a região do Vale do Piancó. Desde a sua transferência de Itaporanga para João Pessoa que a população tem respaldado a passagem brilhante de Pedro Viana por esta região.
De acordo com o Chefe da Procuradoria Regional do Incra-PB, Ridalvo Machado de Arruda, uma operação realizada em 2001 pela Polícia Civil de Itaporanga na Fazenda Serrota descobriu um plantio da erva cannabis sativa linneu, vulgarmente conhecida como maconha, com 40 mil pés e ainda vários sacos da droga já pronta para o consumo.
Ridalvo Arruda explicou que, concluído o processo criminal instaurado após denuncia do Ministério Público, houve sentença condenatória transitada em julgado, e coube à Superintendência do Incra na Paraíba a elaboração de plantas e de memorial descritivo confirmando a identificação da área.
“O juiz federal da 8ª Vara de Sousa, na ação expropriatória movida pela União, determinou em decisão liminar a imissão do Incra na posse do imóvel”, explicou o Chefe da Procuradoria Regional do Incra-PB. Os próximos passos para o assentamento dos agricultores e agricultoras no imóvel são a publicação da Portaria de criação do Projeto de Assentamento, o cadastro e a homologação das famílias.

Lula da Farmácia se lança candidato à Presidência da Câmara e diz ter apoios até entre a oposição

Reeleito pelo grupo de Djaci Brasileiro o vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de Itaporanga Luiz Alberto Tolentino (foto) foi o entrevistado de hoje do Correio Debate, na Correio do Vale AM, onde pode agradecer à população a sua recondução ao cargo, como também, alguns esclarecimentos sobre fatos diversos.
Veja os principais trechos que Lula da Farmácia (PSDC), como é mais conhecido, abordou em entrevista à Cláudio Nepomuceno:
A grande tentavia de aliciamento de seus redutos
"Eles (o grupo de Porcino) faziam propostas indecentes para (os eleitores) não votar em mim."
Se havia traído o prefeito Antônio Porcino ao deixar seu grupo
"Eles (o grupo de Porcino) tiraram do meu partido Márcio (vereador), Tica Ana... Tiraram grande parte de correligionários nossos. Partimos (Eu e Porcino) juntos em 2004 mas antes mesmo da posse já estava afastado. Em relação à estas eleições vi que estava no lugar errado e decidi apoiar Djaci (prefeito eleito) por que sabia que era o lugar certo. Portanto, foi eu que fui traído."
Sobre se vai ou não assumir uma secretaria para dar vez ao suplente Bebé Tolentino (seu primo)
"Não! Ele partiu sozinho. Fui o único vereador na proporcional do PSDC. Quando assumo uma tarefa eu gosto de cumprir. Mesmo tendo conversado (com Djaci) que eu iria fazer parte do governo, tenho minha farmácia e não adianta assumir uma secretaria só por assumir."
Sobre a sucessão da Câmara Municipal
"Terminou uma campanha começou outra. Tive conversando e ele (Djaci) sinalizou que serei o candidato (à Presidência) da situação. Com certeza eles (Saulo e Erivaldo) votarão em mim. Além de já ter conversado com outros três (vereadores da oposição) que já sinalizaram votar em mim também."
Sobre a queda na quantidade de votos nestas eleições
"A diferença (em relação às eleições de 2004) foi a quantidade de candidatos (nestas eleições), por exemplo, como Bebé (que tirou quase 300 votos) que me apoiou ( em 2004) e agora foi candidato."
Sobre o sonho de ser prefeito de Itaporanga
"Agente quando entra na política o objetivo é de crescer... O que tiver que ser será."
Lula da Farmácia obteve 733 votos e faz parte da base aliada do prefeito eleito Djaci Brasileiro (PSDB), que possui, até o momento, outros dois vereadores eleitos (Saulo e Erivaldo). Mas que pelos prognósticos já dispõe de outros três vereadores oposicionistas que deverão se incorporar à base de situação a parti de janeiro vindouro. No entanto, Lula da Farmácia não quis divulgar os nomes destes, disse apenas que: “no momento certo o povo de Itaporanga saberá”.

Após repúdio geral Dedé Martins volta atrás e publica edital para eleição do Conselho Tutelar

O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente em Itaporanga, secretário de Ação Social José Martins Neto, voltou atrás e demoveu-se de sua intransigência e insensatez em não querer promover a eleição para a nova composição do Conselho Tutelar local, no momento extinto devido sua irresponsabilidade.
Diante do repúdio de toda a população de Itaporanga, após matéria postada aqui no Blog, com a sua grotesca atitude Dedé Martins votou atrás e, hoje pela manhã, esteve na sede da Promotoria / Curadoria da Infância e do Adolescente para anunciar a publicação do edital de eleição para a composição do Conselho Tutelar. Uma decisão tomada às pressas já que amanhã haverá uma sessão na Câmara Municipal para debater esse descalabro e a incompetência da atitude do secretário.
O secretário Dedé Martins, na verdade, foi obrigado a promover a eleição mesmo à contragosto, sem querer assinar e publicar o edital porque ele imaginava que o mundo se restringia ao seu próprio umbigo. Assim é de lascar! O cara querer misturar o público com o privado. Já basta durante esses quatros o secretário usar um veículo oficial para usufruto particular e até mesmo para passeio e momentos de lazer com sua família. Enquanto isso, o próprio Conselho Tutelar tinha que pedir ajuda as Polícias Militar e Cívil para poder fazer seu trabalho e desempenhar as diligências.
Recomposta a ordem das coisas e dos direitos dos incapazes o edital foi publicado hoje com a definição do dia 16 de novembro próximo (daqui à 29 dias) como data para a eleição do Conselho Tutelar. O registro de candidaturas podem ser requisitados de hoje (17) até o próximo dia 27, do corrente, que pode ser feita na sede da secretaria de Ação Social pela manhã (das 8h às 11h) e pela tarde (das 14h às 17h).
Ou seja, nada como uma pressão externa para fazer valer os direitos do cidadão negados por agentes públicos sem um mínimo de compromisso com os anseios do povo, que é quem paga seus salários.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Agricultor trocou o voto por telhas, não votou e agora teve que destalhar a casa para devolvê-las.

Quando todo mundo fala em compra de votos na Paraíba inteira ninguém imagina o que aconteceu na vizinha cidade de Boa Ventura. É um caso pra ficar nos anais das campanhas eleitorais.
É que o agricultor João Bosco Bento, residente no sítio Várzea da Cruz, recebeu de certo candidato a vereador, em troca de votos (Vejam bem EM TROCA DE VOTOS), um milheiro de telhas. Como o beneficiado não votou no candidato que lhe deu as telhas, perdeu o telhado e está morando sem teto com a mulher e duas crianças. "Eu prometi votar nele, e não votei. Ele exigiu as telhas de volta e eu subi na casa, tirei as telhas e devolvi a ele", disse João Bosco.


Veja tópicos da coluna Ebulição de Antônio Cabral na edição atual do Jornal Folha do Vale

Confiram a coluna EBULIÇÃO, publicada na edição atual (140) do Jornal Folha do Vale, do competente articulista Antônio Cabral, que traz as novidades da vizinha Piancó. Vamos a ela:

CÂMARA RENOVADA
Renovada em 97% a Câmara de Vereadores agora terá que entender porque a popilação não aceita mais o comodismo e as promessas. O povo quer ação e não teorias dizendo que está lutando por isso ou aquilo sem realizar nada. Os vereadores eleitos foram: Paula (PP), com 712 votos; Cristiane Remígio (PSDB), com 644 votos; Dr. Rato (PTB), com 590; Waguinho Brasilino (PP), com 576; Sousinha (PMN), com 542; Tota Militão (PTB), com 540; Antônio Leite (PP), com 518; Antônio de Pádua (PT), com 469; Tia Cotil (PP), com 432; Neném de Fandinga (DEM), com 362; e João Grande (DEM), com 348 votos. Os únicos reeleitos foram Sousinha, Cotil e João Grande. Agora cabe a cada um deles valorizar suas votações e representar bem a popilação que os elegeu.

MAIORIA ESMAGADORA
Nunca visto na história política de Piancó, a maioria de votos pró Flávia Galdino (PP) / Sales Lima (DEM) ficará para sempre nas mentes do povo paraibano. Flávia (foto) obteve uma votação de 59% do eleitorado, enquanto Edvaldo ficou com 40%. Ou seja: 5.664 contra 3.868 votos. A população piancoense espera que a prefeita reeleita continue executando os serviços já iniciados e que mais benefícios venham para o povo. O Samu é a grande expectativa do cidadão local.

EDVALDO FALA AO POVO
No último dia 09 o candidato derrotado, ex-prefeito Edvaldo Leite de Caldas (PTB), esteve em uma emissora de rádio local falando sobre a decisão do eleitor em reeleger a atual gestora para mais quatro anos. Usando um tom educado, o ex-prefeito (foto) falou sobre o seu futuro político e, segundo ele, o atual vice-prefeito Antônio Dantas, seu companheiro de chapa, continuará unido ao seu bloco político para outras situações futuras. O público ouvinte participou da entrevista através do telefone e fez alguns questonamentos, o que foi respondido de forma sensata pelo ex-candidato.


ÚLTIMA
A derrota de alguns parlamentares-mirins não foi aceita por eles. Muitos estão revoltados por não terem retornado à Câmara de Vereadores. O que precisa ser entendido por todos os derrotados é que a população viu a necessidade de mudanças, porque os parlamentares derrotados não estavam cumprindo o seu papel de legislador. As picuinhas políticas jamais poderiam ter prejudicado o desenvolvimento de projetos para a comunidade piancoense. Os eleitos devem ter isso como um alerta se quiserem retornar à Câmara numa próxima legislatura.

Drª Karina falará na sessão de sábado na Câmara sobre abandono de menores em Itaporanga

A competente delegada de Itaporanga Drª Karina solicitou à Mesa-Diretora da Câmara Municipal, no que já foi deferido, espaço na sessão plenária do próximo sábado (18) para debater o vergonhoso estado de abandono de menores que existe em Itaporanga. Em contato com o editor ela disse que fará um apelo à sociedade para a solução do problema.
Na verdade, a causa disso é resultado da falta de responsabilidade da atual gestão na pessoa do secretário Dedé Martins, da Ação Social, que insensível não quis promover nova eleição para o Conselho Tutelar, o que deveria ter ocorrido no mês de agosto passado.
Este caso foi abordado pelo Blog na última terça-feira (14). Confira é só clicar: Devido a irresponsabilidade de Dedé Martins Itaporanga não dispôe mais do Conselho Tutelar
Foto: Rainério

Será domingo a "Festa da Vitória" em Itaporanga

A Avenida Getúlio Vargas, centro de Itaporanga, será palco no próximo domingo (19) para a realização da "Festa da Vitória" em comemoração a eleição de Djaci Brasileiro (PSDB) como prefeito. A festa será animada pela Banda Cavalo de Pau acompanhada do Trio-elétrico "Bakstage" de Capilé.
O prefeito eleito chega hoje à noite em Itaporanga e no sábado nomeará a equipe de transição para saber como está o funcionamento administrativo da Prefeitura Municipal.

"Minha jornada foi até as eleições" disse Chico do Mogi sobre sua permanência no grupo petebista

"Minha jornada foi até as eleições", foi com essa frase que o comerciante Chico do Mogi sintetizou sobre a sua permanência no grupo em que se candidatou a vereador nestas eleições, quando obteve das urnas 193 votos. A frase foi proferida esta manhã no programa Correio Debate, na rádio Correio do Vale AM em Itaporanga.
Filiado ao PTB o comerciante disse que a coligação com o PMDB não era a esperada já que as pretensões se voltavam para uma composição com o PT e o PRB, que também apoioaram o candidato derrotado Audiberg Alves, mas que terminaram caminhando em coligações separadas, o que dificultou, na avaliação de Chico, o desempenho de candidatos menos fortes, haja vistas, que no PTB junto ao PMDB a briga era de 'cachorro grande'. "O PTB fez uma coligação difícil e quando vimos a coisa já estava em campanha", observou.
Chico agradeceu os votos obtidos e quando Perguntado se iria permanecer no grupo liderado pelo candidato derrotado Audiberg Alves o comerciante disse o seguinte: "Minha jornada foi até agora (fim da campanha) daqui prá frente eu não sei como vou estar... Nesta questão de continuar junto com o grupo de Berguim".

"Foi melhor que em 2004" disse o senador Cícero Lucena sobre o desempenho do PSDB este ano

“Nós repetimos o número de Prefeituras, temos a legítima e verdadeira possibilidade de ganhar também em Campina Grande, e, conseqüentemente, tivemos um número de mais de 40 vices-prefeitos, fora o enorme número de vereadores. E o resultado foi muito importante. Sem dúvida, melhor do que a eleição de 2004”, analisou o senador Cícero Lucena, sobre a participação do PSDB nas eleições deste ano.
Aqui no Vale do Piancó o PSDB foi o partido que mais conquistou Prefeituras, nas seguintes cidades: Boa Ventura, com a reeleição de Dudu Pinto; Emas, com a vitória da Drª Fernanda Loureiro; Igaracy, com a reeleição de Celino Farias; Itaporanga, com a eleição de Dr. Djaci Brasileiro (foto ao lado de Cícero e do ex-prefeito Will); Olho D'água, com a eleição do Dr. Chico Carvalho; E em Santana dos Garrotes, com a vitória de Zé Alencar;
Ao ser questionado se o resultado obtido pela legenda nas eleições municipais seria o passaporte para 2010, Cícero afirmou que “os frutos colhidos pela administração do governador Cássio vão, sem dúvida nenhuma, credenciar os partidos e os nossos candidatos, não só do PSDB, mas da base coligada, para dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito pelo governador e que precisa ter sua continuação”.
Coluna Em Foco (JP)

Devido a gestão caótica o prefeito eleito Djaci Brasileiro pedirá auditoria ao TCE em Itaporanga

Esta cena aí ao lado, ilustrada pelo talentoso chargista Kadinho, mostra uma passagem da qual a cidade e a população de Itaporanga jamais esquecerão. Ao tomar posse como prefeito em janeiro de 2005 o prefeito Antônio Porcino (PMDB), em seu primeiro ato no cargo, armou um circo em plena via pública e saiu pela Avenida Getúlio Vargas com uma vassoura na mão para varrê-la e assim mostrar a cidade que "fará a parti dalí uma administração séria e honesta da qual os itaporanguenses terão orgulho", disse Porcino na ocasião.
Chegando aos quatros anos, depois, o que se viu em Itaporanga foi uma administração caótica ao extremo com execução de absurdos, tais como: Venda de quase toda a frota do município, entre os quais uma caçamba e uma S-10 adiquirida por um sobrinho do prefeito e um correligionários respectivamente; Um avassalador desvios de finalidade dos recursos públicos, tais como o Fundeb; Fechamento de 32 escolas na zona rural; Várias denúncias de Improbidade Administrativa protocoladas no TCE-PB; Superfaturamento em contratação de Bandas de Forró; PSFs fechados por falta de médicos e demais profissionais; Sucateamento de parte da frota municipal e rateio de peças de alguns veículos; A atual gestão está listada entre as que participaram de um esquema de corrupção envolvendo a construtora Marvil, que teve seus proprietários presos pela Polícia Federal no mês passado.
Em Itaporanga esta empresa recebeu R$ 750 mil para perfuração de poços artesianos; A atual gestão, ainda, foi acusada de implantar um escandaloso esquema de cobrança de propina para empresas ganharem licitação de serviços ou vendas; A Prefeitura foi transformada num verdadeiro labirinto e os servidores foram tratados a 'pão e água'; Por diversas vezes a Justiça teve que bloquear os recursos do Prefeitura Municipal para poder pagar os servidores; Entre outros escândalos que macularam a imagem de Itaporanga nesses quatros anos. Sem falar que Porcino preferiu ficar em São Paulo cuidando do seu sindicato a administrar Itaporanga, tendo entrege essa tarefa aos secretários.
Como já foi anunciado o prefeito eleito Djaci Brasileiro, assim como diversos outros do Vale, solicitará uma auditoria do TCE na Prefeitura local para saber como está a saúde financeira e administrativa da cidade, neste fim de 'Era Barrocão', para assim poder assumir com segurança em janeiro vindouro. Pois bem, o conselheiro/presidente do TCE Arnóbio Viana já nomeou uma comissão de nove auditores para receber pedidos de inspeção na contabilidade dos municípios encaminhados por prefeitos eleitos para a sucessão de adversários políticos.
O grupo para isso designado receberá os novos prefeitos em ambiente situado em frente à Sala de Sessões da Corte e conectado ao Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres). Trata-se do aplicativo de computador que acessa os quadros de receitas e despesas das prefeituras com a folha de pessoal, ações de educação e saúde, serviços e obras públicas. “Vamos ouvir todas as queixas e encaminhar as providências que se façam necessárias”, assegurou Arnóbio Viana. A atual gestão do prefeito Antônio Porcino (foto) em Itaporanga está relacionada no TCE como uma das mais críticas devido aos casos de devios de recursos públicos, como por exemplo, o repasse de mais de R$ 5 milhões de reais para Oscips.
As providências do Tribunal de Contas não se resumiram, porém, à criação do grupo de auditores. Ontem, Arnóbio Viana baixou a Resolução Normativa nº 06/08 recomendando aos atuais prefeitos iniciativas com vistas à transmissão pacífica do cargo aos sucessores. Isso inclui a constituição de Comissões de Transição de Governo formadas por secretários municipais – de Finanças, Administração e Planejamento, quando existam – e de um representante do prefeito recém-eleito para ocupação do cargo, em janeiro de 2009.
As Comissões assim constituídas devem entregar aos eleitos, além de outros documentos, demonstrativo dos saldos bancários disponíveis e transferidos do exercício de 2008 para 2009, termos de conferência de saldo em caixa, relação de valores pertencentes a terceiros e confiados à guarda da Tesouraria (a exemplo de caução e cautelas), balancete de dezembro e relação das despesas realizadas, mas não empenhadas. Compõem, ainda, a lista de documentos os demonstrativos da dívida fundada interna e das obras em andamento, livro-caixa, inventário dos bens patrimoniais e de consumo, relação dos precatórios a serem pagos, situação dos servidores municipais, cópias de todos os arquivos eletrônicos e, quando possível, dos softwares acompanhados dos termos de entrega.

Lideranças do Vale do Piancó são convocados por Cássio para evento de apoio à Rômulo em CG

O governador Cássio Cunha Lima (PSDB) comandou na noite desta quarta-feira,15, um grande evento que reuniu lideranças políticas de todo estado no Hotel Garden com intuito de mobilizar a militância para reta final da campanha em Campina Grande. Entre as lideranças políticas estavam diversos prefeitos e ex-prefeitos do Vale do Piancó que têm familiares, parentes e amigos morando na 'Rainha da Borborema' de quem pedirão apoio para o tucano. Cássio convocou os aliados políticos de toda parte do estado para se engajar na campanha, ressaltou que as pessoas estão participando da campanha de forma voluntário e destacou o zelo da Administração estadual que, segundo ele, ficou de fora do processo eleitoral no primeiro turno e vai continuar avesso até o termino do segundo turno. “Isso demonstra o zelo do governo com a coisa público, ao contrário do que alardeiam nossos adversários”, disse.
O governador foi incisivo quando convocou toda militância para ir as ruas para pedir voto para Rômulo Gouveia (PSDB) até o dia da eleição. Após receber a adesão de 32 ex-candidatos a vereador, Rômulo, reafirmou que, se eleito, vai retomar projetos que foram prometidos (pelo atual prefeito Veneziano) e não foram realizados.
Os 32 candidatos a vereador que juntos somaram cerca de 13 mil votos no último dia 05 de outubro, declararam apoio à candidatura de Rômulo Gouveia para prefeito de Campina Grande, entre os nomes constam Saulo Noronha (PPS), que obteve 2.192 votos, o pastor Miguel Arcanjo (atual vereador em João Pessoa mas que se candidatou em Campina Grande), 1.966 votos, Nilton Cabral, 1.367 votos, Afonso Souto 1.050, Gildásio Alcântara 1013 votos, professor Miguel Rodrigues com 769 votos e o Dr. Ramos, 767 votos.
Ainda nesta quarta-feira, diversos outros candidatos a vereador que apoiavam a candidatura do PMDB, passaram a apoiar Rômulo, como por exemplo, alguns nomes do PMN, Dr. Nunes, 860 votos e Jaime Rodrigues, 362 votos. Já do PHS diversos candidatos a vereador, que juntos somaram mais de 2 mil votos. “Eleição se ganha por um voto. O resto é diferença”, declarou Cássio, que apelou ainda para que cada um correligionário possa conquistar mais votos.
O prefeitável prometeu que se estiver a frente da prefeitura em janeiro do próximo ano, vai implantar o piso salarial dos professores na primeira oportunidade. Estiveram presentes ao eventos, os senadores Cícero Lucena, Efraim Moraes e outros lideranças do grupo político aliado ao governador Cássio Cunha Lima.
Amanhã (sexta-feira) o governador de São Paulo José Serra (PSDB), após comunicado ao senador Cícero Lucena Filho, presidente do partido na Paraíba, estará em Campina Grande para tomar parte na campanha do prefeitável Rômulo Gouveia. O seu desembarque está programado para as 15h30 no aeroporto João Suassuna. Ele deverá participar da passeata programada pela Coligação Por Amor a Campina nas ruas centrais da cidade.